Te Amo, Mãe!

Querida mãe, hoje é o seu aniversário, e esta é mais uma oportunidade para eu reafirmar o grande amor que sinto por si. Não quero falar de gratidão ou coisas assim, pois a gratidão e o respeito, simplesmente, seriam muito pouco para definir a extensão e a profundidade dos sentimentos que o meu coração, alma e pensamento nutrem por si.

Não é porque hoje é um dia especialmente marcado no calendário que eu lhe digo isto. É que, de repente, senti uma necessidade profunda de expressar o conforto que sinto ao lembrar-me de si. Mais do que me ter dado à luz, a mãe é a verdadeira luz da minha vida e a única mulher que, definitivamente, saberá - como sempre soube - acolher-me com carinho em qualquer circunstância...

Saiba que a recíproca é verdadeira e que, enquanto eu viver, o meu coração reservará o seu mais nobre cômodo para guardar as lembranças que tenho da mãe, assim como a minha casa terá sempre espaço para abrigá-la e recebê-la.

Como já disse, não são as convenções marcadas no calendário que me motivam a dizer o quanto a mãe é importante. O que me motiva a expressar este sentimento é a necessidade de tornar mais explícita essa relação de amor profundo que, na verdade, deveria servir de exemplo para todos os que prezam a vida e agradecem a Deus por esta dádiva. Porque, afinal, se estou aqui e feliz, é porque Ele permitiu que eu estivesse, por meio de si, mãe, que é o mais nobre dos instrumentos da Criação.

Por tudo isso é que eu gostaria muito, mas muito mesmo, que este dia especial transcorresse da forma mais tranquila e bela possível e que a mãe tivesse, realmente, um Feliz Aniversário!
Que a mão de Deus a guie e proteja por muitos e muitos anos!